segunda-feira, 16 de março de 2015

O estranho caso da chave saltitona.*

João e Maria adoravam praticar sexo fofinho por toda a casa, gostando especialmente, no decorrer desses momentos, de se trancar em diversas divisões. Era um fetiche como outro qualquer, nada a apontar, que a vida é como é, e cada um gosta do que gosta. Acontece que um dia João resolveu fazer uma brincadeira marota com a chave, tirando-a com muito jeitinho do buraco da fechadura e atirando-a ao ar, dando belíssimos saltos de gazela para a apanhar, enquanto Maria observava a cena, deliciada. Acontece que em determinado momento, azar dos azares, a chave bateu no candeeiro de tecto, foi projectada contra o louceiro onde fez ricochete, tendo batido de seguida na parede em frente, saltando daí para o aparador e do aparador para o centro de mesa que, por sua vez, a arremessou para o sofá onde estava o gato da família que acabou por a engolir. Maria e João depois de vários dias encarcerados e sem qualquer peça de roupa, praticamente em estado de hipotermia, acabaram por se resolver a fazer uma operação ao estômago do gato para recuperarem a chave e conseguirem finalmente abandonar a sala.
"Carai João, ca fino és!", disse Maria embevecida.

(Cont.)

Capítulo Segundo.

Capítulo Terceiro.

Capítulo Quarto.

Capítulo Quinto.

Capítulo Sexto.

Capítulo Sétimo.

Capítulo Oitavo.

Let's look at the trailer.


*Post feito em parceria.

33 comentários:

  1. ahahahahahahahahahahah
    ahahahahhahahahhahahahah

    (não sei que diga disto)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que queres? Shit happens. Ahahahahahahahah

      Excluir
    2. são teus amigos? O João e a Maria?
      (espero que ao menos lhes tenhas mudado os nomes, pobrinhos)

      Excluir
    3. NOP. São mesmo o João e a Maria. Conhece-los?

      Excluir
    4. Acho que não. Os meus amigos não costumam fazer sexo maroto com a chave da porta. Acho eu de que.

      Excluir
    5. Olha lá, e os vidros, como é que estavam os vidros? É que sexo maroto com vidros embaciados é que não, estraga o mood.

      Excluir
    6. Lamento Mi... Os vidros estavam mesmo embaciados...

      Excluir
  2. Por momentos pensei que o joão atirasse a chave pela janela ou, quem sabe, escondido a chave dentrode si (quéque foi? Há pessoasque gostam de coisas diferentes)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahahahahahahahah também podia ser, também podia ser... :DDD

      Excluir
  3. Define "brincadeira marota com a chave"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixo à imaginação de cada um.. :DD

      Excluir
  4. Bah, não mete rabos desnudados à janela não vale

    ResponderExcluir
  5. Espero que dentro desse louceiro esteja um bela garrafa de Gin para anestesiarem o gato.
    Tentem a manobra de heinrich antes esquatejarem o animal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tentaram de tudo Uva... De tudo...

      Excluir
    2. Whisky não Fi, era um desperdício. Já o Gin, por mim, podia desaparecer todo da face da terra.
      Além disso pode bem ser substituído por lava-tudo floral. Sabe exatamente ao mesmo.

      Excluir
    3. Grande Uva Passa! Um viva à Uva Passa! Afinal não sou a única a detestar gin!

      Excluir
    4. Não digam isso! Isso é uma blasfémia. Gin é tão bom (com tónica e limão, claro)

      Excluir
  6. É por estas e por outras que deixo sempre a chave na porta!

    ResponderExcluir
  7. A pergunta que agora se impõe, e que no fundo são duas:
    1. Pareceria com quem? (Com o João e a Maria? Com a casa das chaves? Um hospital veterinário? uma editora de livros eróticos?)
    2. Continua como? (vais descrever a cirurgia de remoção da chave? Depois de removida a ditra, retomou-se a actividade que os levou à sala? Continuaram com os saltos de gazela?)
    Dúvidas, só dúvidas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto é para meninos. Quer dizer, aqui, em esquartejando o bicho (cruzes, coitado) recuperam a chave.
      Difícil é, abrir uma porra do lado de fora sem a chave!!

      Excluir
    2. Ahahahahahahahah exacto!!

      Excluir
  8. Nê, como foi aqui que começou a saga da chave saltitona, venho dar os parabéns a todas as bloguers desta parceria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida Pê... (Isso da parceria foi uma brincadeira... Isto está aberto e em curso. Toda a gente é bem vinda a participar. Se lhe apetecer... Eu publico-lhe aqui o texto. Aqui ou noutro blogue qualquer... Tenho a certeza que qualquer "blogger" faria gosto. Pense lá nisso. ;))

      Excluir
    2. Ó Nê, minha querida, quem me dera ter o dom para a escrita.
      Vou ficando pelos comentários e pela leitura dos posts.
      Beijinho.

      Excluir
  9. Olha lá! Estive eu uma manhã toda a escrever o capítulo 6 e tu nada????
    Já não te arranjo os bilhetes para a entrega do óscar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A cor-rer.... Já lá vou a correr.. Oh para mim a correr.... (Se me esbardalhar pelo caminho a culpa é tua...)

      Excluir
    2. Oh Uva... Dá cá um beijo pah... Tão bom caraças. :)

      Excluir
    3. Agora, assim a correr, até parecias a própria da noiva. Não eras a noiva.. óh eras? Nááá...

      Excluir
  10. Achas normal que eu já li os 8 episódios da chave e só agora fui ao blog da Dita e percebi onde isto começou???
    Meu Deus, eu andava muito a leste.
    É que agora tem ainda mais piada!

    ResponderExcluir