segunda-feira, 31 de março de 2014

O nosso filho mais velho

O nosso filho mais velho ri-se muito. Às vezes ri-se tanto, gargalha tanto, que fica com a testa tão vermelha que parece que vai explodir. Quando se ri assim muito o nosso filho mais velho acaba a gargalhada com um "Aaaaiii...." delicioso e fica com lágrimas nos olhos... Gosta de brincar às lutas com o pai e de fazer de avião que o Super Homem vai salvar. O nosso filho mais velho faz festinhas ao irmão bebé e espera pela sua vez enquanto tratamos do pequenino. O nosso filho gosta muito de música e sabe o nome dos instrumentos todos. Vê com tanta atenção um concerto de rock como um de orquestra. O nosso filho gosta de ir ao teatro e acaba sempre no palco. Na cabeça do nosso filho, ele fala fluentemente inglês ainda que só saiba meia dúzia de palavras. O nosso filho mais velho não confia em médicos sem bata e quando se sente mal "a fingir" diz que precisa de ir à oficina. Gosta de andar de tractor e de ir "às pedras". O nosso filho mais velho sabe que a avó Lina está no céu mas não fala nisso. O nosso filho só adormece com as fraldas de pano que a avó Lina lhe bordou. O nosso filho mais velho dá-nos beijinhos só porque sim, só porque se lembra. Ouve uma história todas as noites e no fim fica sozinho na cama a ver as imagens. Come um iogurte todas as noites. Diz-nos que gosta muito de nós todas as noites. Também limpa os pés todas as noites. O nosso filho mais velho não sabe lidar com a frustração. Quando o pomos de castigo tem pesadelos duas ou três noites seguidas se for preciso. O nosso filho mais velho cumprimenta os senhores da frutaria todos os dias. Quando era mais pequeno vinha de lá com uma banana todos os dias. O meu filho mais velho vai à pastelaria buscar uma bolacha. Todos os dias. O nosso filho gosta de brincar com os outros meninos, de andar de bicicleta e de brincar com os brinquedos que eram do pai. Gosta de sair de casa e andar em cima de muros. Gosta de chá morno, de água com açúcar e de "gominhas". O nosso filho mais velho ainda usa chupeta para adormecer e já devia ter melhor dicção. O nosso filho toma banho de imersão porque gosta de brincar na água. Sabe fazer sopas e arroz e ajuda a fazer bolos. O nosso filho às vezes fica envergonhado com estranhos e esconde a cara nas nossas pernas. Não nos pede coisas nas lojas ou cafés. Não se levanta sozinho da cama; chama para o irmos buscar. Vai sozinho à casa de banho e lava os dentes cada vez que come uma guloseima. Come de faca e garfo. Pede desculpa, diz que quer "resolver tudo" e não sabe não estar bem connosco. Quando nós falamos azedos um para o outro o nosso filho diz-nos que "não se fala assim com as pessoas". O nosso filho é muito meigo. É gentil com as meninas e com os meninos diferentes. O nosso filho foge da confusão. O nosso filho não bate mas também não se fica. O nosso filho às vezes faz cada birra que dá vontade de o deixar a chorar sozinho. Já levou sapatadas nas mãos e no rabo por esticar a corda. O nosso filho precisa de três minutos para acordar...

Certamente que o nosso filho não é mais esperto que os outros meninos... Nem mais bonito. Nem mais motivado. Mas o nosso filho é nosso.. Metade-metade! O nosso filho é um menino de três anos que é o que tem de ser e o que nós conseguirmos que ele seja. Metade-metade! O nosso filho é a nossa continuação neste mundo e é muito mais do que aquilo que antecipávamos que fosse. O único que nós queremos é que o nosso filho seja um homem bom... Um homem bom de costas direitas e cabeça levantada. Olhos nos olhos.

16 comentários:

  1. Muito bonito, este texto, como de certeza é o vosso filho mais velho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada minha querida. (Eu acho! ;) )

      Excluir
  2. Respostas
    1. Eu? Babada? Nota-se assim tanto?? :DD

      Excluir
  3. Quase, quase a enviar-te por e-mail uma foto minha babada, a sorrir, com cara de parva e olhos rasinhos d´água a ler este texto, só para que saibas que é verdade.
    Tão bonito este texto! Tão bonito o que aqui se sente.
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada minha querida! :) (E sabes? Tão bonito o que daqui te adivinho...)

      Excluir
  4. Como as mães são babadas! Que bom é amar assim um filhote (com qualidades, defeitos e muitas características que são só dele e que fazem dele o que é!) e poder partilhá-lo em família! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com todos os defeitos e qualidades, são os nossos filhos não é? Saíram de nós e são o que por cá deixamos... :)

      Excluir
  5. Está visto que tem espinha dorsal e bom coração. Que mais pode desejar uma mãe? (já tinha dito que sou fã desse miúdo, não já?)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penso muitas vezes nisso. Eu não desejo mais nada. Que se mantenha equilibrado e com saúde e sou uma mulher feliz.

      Excluir
  6. Uma criança vulgar, igual a todas a outras é o que se quer e ainda bem que é assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! O único que o distingue é que este, para o bem e para o mal, saiu de mim. :)

      (Esqueci-me daquela coisa de não publicar comentários anónimos em posts destes, mas bom... Logo que a coisa não descarrile...)

      Excluir